jusbrasil.com.br
1 de Julho de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal Regional Federal da 4ª Região TRF-4 - APELAÇÃO CIVEL: AC 250 RS 2004.71.14.000250-7

Detalhes da Jurisprudência

Processo

AC 250 RS 2004.71.14.000250-7

Órgão Julgador

SEXTA TURMA

Publicação

DJ 17/08/2005 PÁGINA: 767

Julgamento

3 de Agosto de 2005

Relator

VLADIMIR PASSOS DE FREITAS
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

PREVIDENCIÁRIO. AUXÍLIO-DOENÇA. LAUDO PERICIAL. INCAPACIDADE TEMPORÁRIA. TERMO INICIAL DO BENEFÍCIO. CONSECTÁRIOS LEGAIS.

1. Nas ações em que se objetiva a aposentadoria por invalidez ou auxílio-doença, o julgador firma seu convencimento, via de regra, com base na prova pericial.
2. Concede-se o benefício de auxílio-doença quando o laudo pericial conclui que o segurado está acometido por lumbago e ciática (CID M54.4), encontrando-se definitivamente incapacitado para o trabalho habitual, à míngua de insurgência a respeito.
3. Termo inicial do benefício mantido na data do cancelamento do seu auxílio-doença, conforme determinado na r. sentença, momento no qual o autor ainda se encontrava incapacitado para o seu mister, como demonstrou a prova dos autos.
4. Correção monetária e juros de mora estipulados de acordo com o posicionamento adotado nesta Corte.
5. Honorários advocatícios incidentes sobre as parcelas vencidas até a data da prolação da sentença (EREsp nº 202291/SP, STJ, 3ª Seção, Rel. Min. Hamilton Carvalhido, DJU, seção I, de 11-09-2000, p.220).6. Os honorários periciais devem ser reembolsados pelo INSS à SJ/RS, que realizou o seu adimplemento, no montante de R$ 200,00, valor este arbitrado de acordo com a Resolução nº 281, de 15-10- 2002, do Egrégio CJF.7. Demanda isenta de custas processuais no Foro Federal, por força do artigo , incisos I e II, da Lei nº 9.289, de 04-07-1996.8. A regra do § 2º do art. 475 do CPC não tem aplicação na espécie, porquanto nesta fase do processo não é possível determinar que o valor da controvérsia recursal seja inferior a sessenta salários mínimos.9. Apelação e remessa oficial parcialmente providas.

Acórdão

A TURMA, POR UNANIMIDADE, DEU PARCIAL PROVIMENTO À APELAÇÃO E À REMESSA OFICIAL, NOS TERMOS DO VOTO DO RELATOR.
Disponível em: https://trf-4.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/1187596/apelacao-civel-ac-250

Informações relacionadas

Artigoshá 2 anos

Ação de Restabelecimento de Auxílio-Doença c/c Tutela de Urgência

Tribunal Regional Federal da 4ª Região
Jurisprudênciaano passado

Tribunal Regional Federal da 4ª Região TRF-4 - APELAÇÃO CIVEL: AC 501XXXX-05.2019.4.04.9999 501XXXX-05.2019.4.04.9999

Priscila Guimarães Matos Maceio, Advogado
Modeloshá 9 meses

Recurso contra sentença

Vinícius Cardoso, Advogado
Modeloshá 4 anos

Recurso Administrativo contra decisão de indeferimento de auxílio doença pelo INSS

Tribunal Regional Federal da 3ª Região
Jurisprudênciahá 5 anos

Tribunal Regional Federal da 3ª Região TRF-3 - APELAÇÃO CÍVEL: AC 002XXXX-37.2017.4.03.9999 SP