jusbrasil.com.br
9 de Agosto de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal Regional Federal da 4ª Região TRF-4 - APELAÇÃO CIVEL: AC 7118 RS 92.04.07118-4

Detalhes da Jurisprudência

Processo

Órgão Julgador

PRIMEIRA TURMA

Publicação

Julgamento

Relator

Relator
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

DIREITO TRIBUTÁRIO. DIREITO CIVIL. REPETIÇÃO DE INDEBITO.SUB-ROGAÇÃO DE DIREITOS.

CTN, ART. 166. CESSÃO DE CREDITO. CC, ART. 1065.E PROCEDENTE A AÇÃO DE REPETIÇÃO DE INDEBITO DE EMPRESTIMO COMPULSORIO NA AQUISIÇÃO DE VEICULOS, CUJA INCONSTITUCIONALIDADE FOI RECONHECIDA, POR TERCEIRO QUE SE SUB-ROGOU NO CREDITO DO SUJEITO PASSIVO, COM BASE NO ART. 1065 DO CÓDIGO CIVIL.

Resumo Estruturado

TERCEIROS, SUB ROGAÇÃO, CREDITOS, SUJEITO PASSIVO, HIPOTESE, AUTOS, EMPRESTIMO COMPULSORIO, VEICULO AUTOMOTOR. EFEITO, POSSIBILIDADE, TERCEIROS, AÇÃO DE REPETIÇÃO DE INDEBITO, OBJETIVO, RESTITUIÇÃO, PAGAMENTO.SUBROGAÇÃO, EMPRESTIMO COMPULSORIO, VEICULO

Referências Legislativas

Observações

DECISÃO POR MAIORIA. VOTO VENCIDO DO JUIZ ARI PARGENDLER ENTENDEU IMPOSSIVEL A SUBROGAÇÃO POR AUSENCIA DE PREVISÃO LEGAL.
Disponível em: https://trf-4.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/930715/apelacao-civel-ac-7118

Informações relacionadas

Tribunal de Justiça de Minas Gerais
Jurisprudênciahá 6 anos

Tribunal de Justiça de Minas Gerais TJ-MG - Apelação Cível: AC XXXXX32483884001 MG

Superior Tribunal de Justiça
Jurisprudênciahá 5 anos

Superior Tribunal de Justiça STJ - AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL: AREsp XXXXX SP 2017/XXXXX-0

Superior Tribunal de Justiça
Jurisprudênciahá 17 anos

Superior Tribunal de Justiça STJ - RECURSO ESPECIAL: REsp XXXXX RJ 2003/XXXXX-1

Tribunal Regional Federal da 4ª Região
Jurisprudênciahá 29 anos

Tribunal Regional Federal da 4ª Região TRF-4 - EMBARGOS INFRINGENTES NA APELAÇÃO CIVEL: EIAC 17768 RS 92.04.17768-3

Erick Sugimoto, Estudante de Direito
Artigoshá 2 anos

Entendimento do pagamento com sub-rogação: como funciona?